sábado, 29 de outubro de 2011

Sedativo - MULUNGU

Voltei a fazer uso da Tintura de Mulungu....como assim voltei?
Seguinte, já tinha feito uso desse medicamento homeopático, pois sempre tive um sono mt ruim, acordo várias vezes durante a noite. Parei por um tempo e agora voltei.
Tem sido ótimo, é natural e sem contra-indicações, embora tenha sido indicado por recomeçadão médica.
O que uso é manipulado, mas é possível encontrar as partes para fazer o chá em farmácias especializadas.
Consulte seu médico....
Para conhecer um pouquinho mais:

No Brasil o mulungu é usado há muito como sedativo natural. Diz-se que a erva consegue estabilizar o sistema nervoso central. Em tempos de stress é usada para equilibrar e acalmar os nervos. É também usada como antioxidante; para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado. O uso do mulungu pode influenciar positivamente a regulação dos ritmos cardíacos. Também pode ajudar a reduzir a tensão arterial. As substâncias químicas existentes no mulungu têm sido estudadas extensivamente. Estas englobam grandes quantidades de flavonóides, triterpenos, e alcalóides. 

Dois estudos indicam ainda que um destes alcalóides, a erisodina, pode ser útil como droga antinicotina, pois foi demonstrado que esta actua como antagonista competitivo e bloqueia os receptores de nicotina. 

O principal remédio natural vendido no mundo inteiro hoje em dia contra o stress e a ansiedade, e como sedativo em geral, é a kava kava. Esta planta, todavia, tem sido sujeita a relatórios negativos nos últimos anos a respeito de possíveis contra efeitos no fígado. Como o mulungu tem os mesmos efeitos calmantes e reguladores do stress (se não melhores), e tem um efeito positivo no fígado, é indicado como o novo substituto da kava kava.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

28 de Outubro - Meu Dia - Funcionário Público (e vou continuar sendo, se Deus quiser, melhor remunerada)

Texto retirado do site do Sindicato dos Servidores Federais do RJ


Neste tempos de mercado (lugar no qual se vendem homens entre outros objetos – Eduardo Galeano), de neo-liberalismo feroz, de individualismo grotesco, que leva o homem à solidão, à angústia e ao desespero; de procura do sucesso a qualquer preço; de perda do sentido e procura de acumular coisas e virar escravos dela, morrendo de trabalhar. Neste tempo fugaz e feroz, de ferocidade e velocidade, de violência e medo, somos nós, funcionários públicos, afinal, vilões ou protagonistas da nossa história, da luta pela cidadania?
A grande mídia e a ideologia neo-liberal do Estado Mínimo (que necessita de seres humanos mínimos; mínimos na cultura, na educação, no lazer, na saúde, no Direito, na Liberdade) nos mostram como vilões, vagabundos que vivem nas tetas do Estado, mamando alucinadamente, sem trabalhar e sem produzir.
Mas, afinal, quem são os servidores públicos?
Os servidores públicos são os médicos que salvam vidas, que previnem doenças, que fazem os partos, que suportam no cotidiano a dor e o sofrimento humanos e os tentam amainar, convivendo com a morte e lutando diariamente contra ela.
São os bombeiros e funcionários da defesa civil que se arriscam diariamente, entrando em prédios em chamas ou em ruínas, enfrentando inundações e desabamentos, salvando pessoas nas estradas ou se afogando.
São os professores, estes proletários das letras, que se dedicam ao nobre ofício de legar o saber ao próximo, dividindo o pão da educação, e, como Cristo, fazendo o milagre de multiplicá-lo, pois muitas vezes seus discípulos ultrapassam em maravilhas seus mestres.
São petroleiros, trabalhadores de plataformas, prospectores de petróleo que fazem esta nação se movimentar.
São trabalhadores do setor de energia elétrica, que iluminam nossos lares trazendo conforto e bem-estar.
São funcionários da previdência, que com seu esforço e dedicação tornam possível que após décadas de trabalho, nossos aposentados e pensionistas possam sobreviver graças ao soldo que recebem.
São trabalhadores da segurança, policiais e soldados, que apesar de trabalharem na repressão por vezes, e neste momento não estarem do lado do povo, são, por outro lado, aqueles que preservam a segurança do país e o bem-estar do cidadão, coibindo a prática dos ilícitos e salvaguardando a sociedade.
São trabalhadores da cultura, funcionários de museus, bibliotecas, centros culturais, essenciais, porque não podemos e nem devemos viver só de pão.
Por fim, e esquecendo de citar uma série de outros servidores; sim, servidores, trabalhadores do povo, da nação brasileira, temos os operadores do Direito, magistrados, procuradores,  funcionários do Judiciário e dos Órgãos de Justiça, que garantem a população o acesso a esta tão denegada justiça, neste sistema de distribuição de desigualdades chamado capitalismo. Parafraseando o texto antigo da OAB, sem servidor público não há Justiça, sem Justiça não há democracia.
Longe de sermos os vilões deste novo tempo, nós, funcionários públicos somos PROTAGONISTAS DO PROCESSO DE DEMOCRATIZAÇÃO REAL DA SOCIEDADE, PORTANTO, BASILARES PARA A SUSTENTAÇÃO DA DEMOCRACIA.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Papel alumínio - não é só para usar no forno NÃO!!

Gente, achei essa matéria do site MDEMULHER tão interessante que resolvi reproduzir, ah e usar em casa também. Vejam que interessante:





1. Tesoura bem afiadinha
Antes de jogar as folhas de alumínio amassadas no lixo, use-as para afiar aquela tesoura "cega". É fácil: desamasse o material e corte-o em tiras - de oito a dez são suficientes para melhorar o fio do instrumento.

2. Xô, pinga-pinga
Apareceu uma goteira no telhado justamente no fim de semana e a meteorologia promete mais chuva? Identifique as telhas quebradas ou rachadas e cubra a área com uma folha de alumínio, fixando bem as bordas nas telhas ao lado. Como o material é moldável e impermeável, o reparo de emergência resistirá firme e forte durante vários dias.

3. Sem cheiro de cebola
Usou só uma parte do tempero? Embrulhe o restante em filme plástico, depois em uma folha de alumínio, e guarde-o na geladeira - o cheiro ficará contido na embalagem e não passará para os outros alimentos. Além disso, a cebola vai se manter fresquinha e úmida por mais tempo.

4. Passe mais rápido!
Reduza pela metade o tempo que você gasta passando roupa com o seguinte truque: coloque uma folha de alumínio sobre a tábua de passar com o lado brilhante voltado para cima. Cubra-a com um tecido fininho de algodão (estique bem e prenda na tábua com pedacinhos de fita crepe, se necessário). Como o alumínio reflete o calor, só de passar um lado da roupa, o outro também ficará lisinho!

5. Ajuste mais que perfeito
Se o parafuso e a porca não estão se encaixando direitinho, ou se na hora de desmontar e remontar um móvel ou objeto a arruela sumiu, a dica é enrolar um pedaço de papel-alumínio perto da cabeça do parafuso e rosquear bem até conseguir a pressão necessária.

6. Assado uniforme
Você provavelmente já envolveu carnes em folhas de alumínio para assá-las por igual, sem ressecar nenhum cantinho. Mas talvez não saiba qual lado do laminado deve ficar em contato com o alimento... Descobrimos a resposta para você: por ser mais lisa, a parte brilhante adere menos à comida, evitando que a casquinha do assado grude no papel.

7. Forno e fogão sempre limpos
Antes de assar ou gratinar os alimentos, cubra o fundo do forno com papel-alumínio - os eventuais respingos da forma caem na folha. Ao final, espere o forno esfriar, retire o alumínio sujo e jogue-o fora. Ele também serve de protetor de fogão na hora de preparar frituras e molhos: basta colocar o papel sobre a chapa, deixando os bicos das chamas livres.

8. Frutas bem conservadas
Se você guarda frutas na geladeira para saboreá-las mais fresquinhas, saiba que isso não é mais preciso. Basta embalar o alimento em folhas de alumínio. Mesmo a banana, que estraga rapidamente fora do refrigerador, continuará tenra por mais tempo armazenada dessa maneira. Mas certifique-se de envolver toda a fruta, combinado?

9. Esponja improvisada
Uma folha de alumínio amassada é tão eficiente quanto uma esponja de aço para eliminar os restinhos de comida que vira e mexe grudam nas panelas. Coloque a dica em prática da próxima vez que aquele assado (ou quem sabe um brigadeiro...) não soltar do fundo do recipiente.

10. Cone multiúso
Improvise um funil enrolando uma folha dupla de alumínio em formato de cone. A vantagem sobre o utensílio de plástico é que você consegue moldar o papel para se encaixar em qualquer orifício. Você também pode usar o cone na hora de decorar bolos e sorvetes - encha-o com cobertura ou chantilly e pressione a base, criando os desenhos.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Berinjela - Dicas - estamos na época

Estamos na época de berinjela, eu gosto, mas confesso que não tenho mt a opção de receitas pq não gosto de fazer frita à milaneza, embora ache mt gostoso.
Sempre que faço, costumo refogar com bastante alho e azeite, coloco azeitonas e cheiro verde, como puro msm no jantar. Mt bom.
Vamos a algumas curiosidades sobre a BERINJELA.

1. Por ser muito digestiva, nutritiva e laxante, a berinjela é bastante indicada nos casos de desnutrição, indigestão e prisão de ventre


2. Cozida, frita, assada ou grelhada, a berinjela combina muito bem com ingredientes como pimenta, tomate, cebolas e azeitonas. Ela pode ser preparada de várias maneiras e é um ótimo acompanhamento para carnes.


3. Para quem ainda torce o nariz para a berinjela, temos uma sugestão para tirar o gosto amargo que a caracteriza: corte a berinjela ao meio, esfregue com sal e escorra, ou deixe-a aberta coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante, pelos menos, 15 minutos. Escorra em seguida e seque com papel absorvente.


4. Uma dica na hora da compra: as melhores berinjelas são as de estrutura firme e cascas bem brilhantes. As opacas e amolecidas já estão velhas e perderam um pouco suas propriedades nutricionais. Fique atenta!


5. Aproveite a safra da berinjela que vai de setembro a fevereiro e prepare esses deliciosos pratos.



domingo, 23 de outubro de 2011

MEU FRANGO ASSADO DA KNORR - opinião

Durante as minhas férias - esqueci das fts peguei as que ilustram na net msm - fui testar com a minha mãe o tal MEU FRANGO ASSADO DA KNORR.



Ela já tinha comprado, mas me esperou pq achava que definitivamente aquilo NÃO IA DAR CERTO.

Pois bem, coloquei coxas e sobrecoxas no saquinho, despejei o tempero - coloquei um pouco menos achei que ia ficar mt salgado - fechei e coloquei na assadeira. Forno, sob o olhar desconfiado da minha mãe: ISSO VAI SECAR AÍ DENTRO....

Depois de um tempo, que cheiro BOMMMM... - era o de orégano e limão. Queria tirar do forno e ela dizia: NÃO ISSO TÁ CRU. Enfim, ficou mais tempo que o indicado. Eu gosto de coisa bem sequinha, pra mim ficou SENSACIONAL. Se quiserem mais suculento deixem o tempo da embalagem.

Resultado, ULTRA APROVADO... mamãe comprou outro e fizemos de novo, colocamos pedaços de peito, tb ficou bom.

Agora quero testar o sabor alho. Qd fizer aqui em casa JURO que posto a ft.

Bjs...

sábado, 22 de outubro de 2011

Segredos para remover esmaltes escuros!!

Não costumo pintar as unhas com esmalte escuro, mas outro dia resolvi variar, confesso que gostei, mas como sempre faço sozinha não consigo ainda limpar muito bem... vou treinar e chegar a perfeição rsrsrsrs!
Mas o problema é a remoção de esse tipo de esmalte... dá um trabalho.
Então fica a dica:


Para remover esmalte escuro sem manchar as unhas, aplique antes uma camada de óleo secante, em seguida passe o algodão embebido no removedor e tente retirar com o mínimo de vaivéns possível.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Guirlandas de JUJUBAS!!!

Aiaiaiai.. mais um ano... o NATAL já está se aproximando e com ele as FESTAS.
OBA adoro as ornamentações de natal, acho simplismente LINDO.
Essas guirlandas que são ótimas para decoração e até para dar de presente encontrei no blog A arte de ensinar e aprender - vale a pena visitar!

Guirlanda de balas de goma ou jujubas
Guirlanda de isopor palitos e as balinhas de goma.