segunda-feira, 20 de junho de 2011

Bom Dia meu POVO!!

Semana passada estava em meu cronograma o estudo de verbos, confesso que tentei, mas tenho uma incrível resistência a esse assunto. Li apostila, mas parti msm para as aulas do Marcelo Bernado... deu uma aliviada.. mas ainda acho que preciso aprimorar o assunto. Sempre procuro resuminhos de fixação... vcs já devem ter percebido, eles são ótimas pedidas para uma revisão rápida... e rasteira..vamos lá então:





FORMAÇÃO DOS TEMPOS VERBAIS


A formação dos tempos verbais apresenta a seguinte divisão:

Tempos primitivos;

Tempos derivados.

São tempos primitivos o presente do indicativo, o pretérito perfeito do indicativo e o infinitivo impessoal.

O presente do indicativo dá origem ao presente do subjuntivo, pretérito imperfeito do indicativo e imperativo.

FORMAÇÃO DO PRESENTE DO SUBJUNTIVO

Verbo CANTAR


FORMAÇÃO DO IMPERATIVO

O imperativo afirmativo é formado pela 2ª pessoa do singular (tu) e pela 2ª pessoa do plural (vós) do presente do indicativo sem o S final. Você, nós e vocês são tirados do presente do subjuntivo, sem nenhuma alteração.

Verbo CANTAR

FORMAÇÃO DO IMPERATIVO AFIRMATIVO


FORMAÇÃO DO IMPERATIVO NEGATIVO

O imperativo negativo corresponde as cinco pessoas do presente do subjuntivo, sem nenhuma alteração.


No modo imperativo não faz sentido usar a 3ª pessoa (ele/eles), pois uma ordem, um pedido, um conselho só se aplicam diretamente à pessoa com quem se fala.

E, como todos sabem, a 3ª pessoa é aquela de quem se fala.

As formas verbais correspondentes a você/vocês referem-se à 2ª pessoa do discurso.

FORMAÇÃO DO PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO – FUTURO DO SUBJUNTIVO – PRETÉRITO IMPERFEITO DO SUBJUNTIVO

O pretérito perfeito do indicativo dá origem a três tempos, a partir da 3ª pessoa do plural:

Pretérito mais-que-perfeito;

Futuro do subjuntivo;

Pretérito imperfeito do subjuntivo.

Vejamos um exemplo:

Verbo VENDER

Pretérito perfeito


PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO


Futuro do subjuntivo   (-am)


Pretérito imperfeito do subjuntivo (-ram)


INFINITIVO IMPESSOAL

É aquele que não se refere a nenhuma pessoa gramatical, isto é, não tem sujeito.

Exemplo:

Correr faz bem à saúde.

O infinitivo impessoal dá origem aos seguintes tempos verbais:

Futuro do presente do indicativo;

Futuro do pretérito do indicativo;

Infinitivo pessoal.

FUTURO DO PRESENTE DO INDICATIVO

Forma-se acrescentando, ao infinitivo impessoal, as desinências características.

Verbo CORRER


FUTURO DO PRETÉRITO DO INDICATIVO

É formado do mesmo modo que o futuro do presente.

Verbo ESTUDAR


INFINITIVO PESSOAL

É aquele que possui um sujeito definido.

Exemplo:

É necessário estudarmos para o vestibular.

Verbo ESTUDAR


Exercícios de fixação

Dê as formas pedidas dos seguintes verbos:

BEBER – 2ª pessoa do plural do imperativo afirmativo.

A 2ª pessoa do plural do imperativo afirmativo é formada a partir da 2ª pessoa do plural do presente do indicativo sem o S. Veja:

Bebei vós.

ESTUDAR – 1ª pessoa do plural do pretérito mais-que-perfeito.

1ª pessoa do plural do pretérito mais-que-perfeito, assim como as outras pessoas, é formada a partir da 3ª pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo.

Veja:

Nós estudáramos.

(FEI-SP) – Com relação à frase: “Todos perceberam que João Fanhoso dera rebate falso”.  Responda:

a) Em que tempo está à forma verbal dera?

A forma verbal dera pertence ao pretérito mais-que-perfeito.

b) Como se justifica o seu emprego?

O pretérito mais-que-perfeito indica um fato passado a outro também passado. “Dera” aconteceu antes de “perceberam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda pessoa por quem temos carinho e que de alguma forma faz parte da nossa vida, é de todas as formas, insubstituível.
Brunekkkah."

Fique à vontade...seu comentário é mt bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...